sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Pérola negra


Quem sabe , no fundo dos oceanos, nos ventos de lua e chuvas , nos olhares perdidos , nas histórias de romances e cartas...


O amor perdura solto nos céus da terra , só nas altas apostas ,além das nuvens e pássaros- amar de novo , hoje e sempre , num braço infinito de tempo.


O joio vira pérola , a pérola da espera... Quem sabe um dia, no oceano mais profundo de nós , deparamo-nos com a pérola mais negra?


Quase sempre, a pérola mais rara - amar de novo nos céus da terra, apostas altas , além das nuvens e pássaros ,a pérola mais negra

Nenhum comentário:

Postar um comentário