quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Labirinto ( A certeza da dúvida nos amadurece -essa música abaixo me mata)


Às vezes , tudo se faz labirinto , e o que sinto beira o absurdo.

Bem no escuro de mim , falidas curvas, perdidas noções : sim – não , eu ia dizer , meio-termo tenta me convencer.

Não-sim , você não entende , tou quase achando a saída de uma curva falida , meu labirinto inconsistente .

Escuro de mim , e o que sinto beira o absurdo , meu mundo surdo, se eu sou o grito, nem eu me entendo - sou a incógnita tortuosa de um labirinto

Nenhum comentário:

Postar um comentário