sábado, 16 de maio de 2009

Inevitável (Assisti, mais uma vez ,a um filme sobre Frida...Não tem como não refletir...)


Temos as dores das pessoas erradas , das horas - limite , do nada que se pode fazer- é como um grito na limitação mais humana, no desejo esperado e barrado , no sonho curtido e contrariado.


A dor é inerente a toda alma que se arrisca nascendo , alma encarnada de existência , que sabe degustar o prazer de viver graças à angústia inevitável de toda carne .

http://www.imeem.com/people/JVnjRb/music/mDNWtLoB/tim-maia-acenda-o-farolmp3/

Nenhum comentário:

Postar um comentário