terça-feira, 14 de julho de 2009

Desta tal maneira...


Sou brancas nuvens , tenho todo o céu azul que as segura ; sofro , por vezes , se vier qualquer fel de amargura , mas por mais que não queira , nasci feliz na minha antítese ambulante , sou alma diáfana , e opaca por um instante , sem eira nem beira , sou metade desta tal maneira .



Sei lá , vou andando sorrindo e me permitindo , feito primeiro amor sem dor , mas eu sou assim mesmo, acho que não tenho cura , posso temer até amanhã de insegura , e o mais grave ou o melhor – ninguém me segura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário