sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Acho que bem morri...


Amanheci ... Pelo menos acho que , ainda hoje , vivo - os olhos brilham num agudo de ontem , meus pés pisam o chão da contramão , horas arrastam correntes de tempo , passam os pássaros e os mais altos pensamentos.



Mas você sorri bem no final de um dia cansado , a boca de larga comissura , um beijo fresco , qualquer coisa de tal fissura - Sei lá , ainda hoje , acho que bem morri de amor , e quem sabe, talvez amanheça e nunca mais o esqueça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário