sexta-feira, 7 de maio de 2010

Deixe o amor fluir...



Deixe o amor fluir feito água límpida da fonte, sem fissurar tanto a pedra, regando coisas num barulhinho bom, deixando a grama mais verde, cheia de flor, no ponto de se doar, assim como os rios azuis que correm de mãos dadas para o mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário