terça-feira, 4 de maio de 2010

Eu mesmo ( poesia no masculino)

http://www.youtube.com/watch?v=y5o6QiJKse0&feature=related
Na escuridão do meu quarto, ainda quase me vejo, quase tudo ao redor com sulcos e relevos, soltos e desleixos, lâmpadas e desejos.



Sou parte do obscuro no escuro do meu quarto, nada tão escuso- só escuto o grito do meu pensamento como um sussurro.



Sem meios-termos, só palavras livres num desvelo , penso melhor no meu escuro e vou dormir melhor assim- ainda quase me vejo, quase tudo e boa noite, eu mesmo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário