domingo, 20 de junho de 2010

Saramago ( Quase não o li, gente...É uma vergonha, mas do pouco que senti...E esta foto linda do casal...)



Saramago, amado no âmago ibérico, homérico, prolixo do lixo e do certo.

Acre-aziago, pedaço vivo de língua-fogo, indomável - profano, e devoto de Pilar.

Homem que ama e brinca de tempo, é sara - letra, mago da gente, língua portuguesa, é Saramago.


Nenhum comentário:

Postar um comentário