domingo, 16 de janeiro de 2011

Acho


Acho beleza no melancólico e no feliz, no claro e embotado, nas antíteses e sinônimos que se completam, nos quebra-cabeças e retalhos, pedaços de vidro e sorrisos, do todo inteiro e do nada- gosto mesmo de tudo que a vida me traz, ela canta e brinca, e ainda sou sua criança cor-de- rosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário