quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Borboletando


Eu me libero pelos ares, borboletando um amarelo, singela na cor, e tudo se faz perfeito, coisa boa de amor, e o que é de direito, eu voo e vou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário