domingo, 6 de março de 2011

Silêncio


E a tarde cala o bico da garça ao longe, e o tempo se esconde nas nuvens de um vento calmo, mais um domingo de um pingo, de um canto brando, e amando, vive-se até em silêncio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário