sábado, 3 de dezembro de 2011

Bicho da noite



Sou um bicho da noite, esta dama de vestes negras que me honra todos os dias... De graça, ganho o pó das estrelas, a luminosidade da lua, o sussurrar das ideias, a música banhando os que amo...


À noite, sou mais ainda o que deveria ser- sei lá, nem sei... Mas que este inútil mistério me faz ainda melhor, isto sim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário