quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Para sempre... ( às mães que perderam seus filhos para Deus)


Mãe que chora pela filha de fios loiros, olhos amendoados, cabelos da mãe...

Mas a menina dorme sossegada num sono de bela adormecida e, de tão não esquecida, resvala num sorriso grudado no quadrado de pensamento, encenando mais um fim de dia, bom dia , mãe! Eu não morri, moro e durmo acolhida em sua alma e, para sempre, murmuro em seu coração feito oração- Boa noite!

5 comentários:

  1. Consola, mas dói.
    Sei, porque devolvi para Deus,a minha filha Adelina quando tinha 29 anos e foi muito cruel para mim.
    Após quase doze anos a dor ainda dói mas a serenidade a suavizou um pouco.
    beijinhos de luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soninha, eu sou mãe, só imagino bem de longe a sua dor...Fico feliz por notar que isto serviu para o seu coração, mesmo de uma forma suave. Sei q os filhos nunca morrem. Bjs e obrigada! Que Deus a abençoe!

      Excluir
  2. Que lindo minha querida!Vc me fez chorar, mas foi de emoção, não de tristeza.Chorar de emoção lava a alma e acalma....vc foi direto no fundo do coração das mães que perderam filhos, que vivem na dor, mas que existem pessoas como vc que nos acalenta.É isso mesmo que vc colocou em palavras...obrigada!!!Bj bj bj

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este poema foi feito para vc, Ravena! Fico muito feliz por isto ter despertado coisas boas no seu coração em relação a esta dureza q só vc e outras nães bem conhecem.

    ResponderExcluir