sexta-feira, 23 de março de 2012

Tac-tic

O meu tempo para na hora em que quero ou menos espero...É um tempo sem ponteiros de segundos, não envelhece, não cria datas ...É um tempo sem tempo, sabe? E o planeta para junto com ele, congelando olhares, sorrisos e lugares.

Minha mente mente, eu sei, mas todo mundo tem seu tempo de brinquedo, apenas um tic-tac onomatopeico do livro da menina...De vez em quando ou quase sempre, desapontar relógios é necessário: Tac-tic, viu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário