domingo, 8 de abril de 2012

Noite de Páscoa ( Crônica)


 Era uma noite de Páscoa, tênue após uma chuva educada, um soprinho frio do tempo, um grilo cantando ao longe...A noite estava perfeita para um bom recomeço, trabalhar amanhã com uma energia de quem descansou na rede, na cama ou no chão...


Os hedonistas realmente se lambuzam no feriado com suas leituras, músicas, reuniões familiares, orações, refeições, filmes... O homem precisa de seus escapismos, do faz- de-conta, pois a morte não avisa com certa frequência, e o sopro da vida é quase imperceptível, só para quem gosta da arte de estar vivo.


Quem sorri no feriado também sabe sorrir no seu dia a dia, pois seu trabalho não é fuga ou desculpa para certos assuntos difíceis ou dolorosos. Aos que têm alguma crença religiosa, um período bonito para agradecer a energia ganha e as bênçãos em família...Semana Santa é uma espécie de Natal de início de ano- cheira muito a família,viagens, mas também a chocolate, velas acesas, vozes ungidas ao longe.


Só sei que a noite de Páscoa está mais linda que o dia...E, por incrível que pareça,deixei meu headphone encostado para ouvir aquele grilinho insistente...Não precisei viajar para lembrar que uma boa noite de livro se faz completa com apenas um grilo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário