sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O menino não sabe que ri...( Ao meu sobrinho)

O menino não sabe que ri... Ele é o próprio riso, nasceu com ele, täo natural, coladinho na bochecha...

Dentes pequenos, olhar lúcido, boca curta e livre... A infância sem cadeados, e a tarde cai encadeada com a noite, e o menino corre sem pensar, no quintal de mangueiras, feito gargalhada solta...

Nenhum comentário:

Postar um comentário