terça-feira, 16 de dezembro de 2008

A menina que corre


A menina corre mais rápida que o vento ,mechas negras meneiam contra o tempo ,antes que cresça num piscar de olhos ,antes que caminhe meio contrariada ,desiludida nos pastos- ermos.


Voa pelo campo de folhas ,seu sorriso gargalha meio displicente ,o seu vestido aterrissa num azul inocente.


Mas as borboletas planam ,adornam céus e cabelos , e a menina é ainda menina-ainda não sofreu , ainda não sangrou, desconhece a lágrima que queima ,nunca perdeu um grande amor.


Antes que cresça num piscar de olhos, apenas uma menina que corre contra o vento, contra o tempo ,contra a sua mulher desiludida nos pastos-ermos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário