sábado, 29 de agosto de 2009

Desejei saber de você...



SEU OLHAR TEM SOMBRAS , PENUMBRA DA NUVEM QUE QUASE ESCONDIA A LÁGRIMA , A RIMA DA BOCA NAQUELA TARDE VAZIA.


E O QUE VOCÊ PENSAVA COM AQUELE MEIO RISO , QUASE NUM PRANTO INDECISO , E POR UM INSTANTE , DESEJEI SOFRER PARA SABER DE VOCÊ.


E O QUE VOCÊ SONHAVA SOB AQUELA PENUMBRA , ALGUMAS SOMBRAS SOBREVOAVAM , E ME SEGUREI PARA NÃO MAIS ENTENDER – MELHOR MESMO NÃO SABER , SE CADA UM TEM A SUA SOMBRA INERENTE , PALAVRAS ACOLHIDAS NAS ESQUINAS DO SER - INCONFESSÁVEIS PENUMBRAS .

http://www.imeem.com/people/ZqkjDc/music/MNAegaGS/led-zeppelin-whole-lotta-love/
.


sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Inteira


Sou mesmo inteira , de alma intensa , sou toda e qualquer indiscrição.


Olhar de cristal que tudo diz , que tudo despe , qualquer direção .


Crueza , fraqueza ou grandeza guardando a dor e a beleza da mais humana natureza .


Mas sou ainda inteira , uma coisa plena – completa , alma pueril , algo tão irrequieta : apenas mais um frugal animal , olhar de cristal , e se tiver qualquer intuição ou paixão , sou mesmo toda.

http://www.lastfm.com.br/music/C%C3%A1ssia+Eller/_/Malandragem?autostart

domingo, 23 de agosto de 2009

Sonho alto ( Que tenhamos a essência de Deus em nossos corações e dos livros O caçador de pipas e o Castelo de Vidro já tão conhecidos,mas soberbos!)





Brancas nuvens que correm : Sinto-me como um pião na vertigem , mais um sonho de alcançá-las , senti-las em cada mão.





E aí , então , vou correndo e pulando cada dia mais longe , e eu juro , eu sempre me refaço , tudo e sempre mais , pião de mais um sonho alto : senti-las em cada mão , nuvens de algodão .

sábado, 22 de agosto de 2009

É tão bom!


É tão bom se sentir gente , tão cheia de poros no quente ou frio ,dias morrendo , noites azuis nascendo ,ventos alísios e arrepio.




Liberdade de pés descalços ,água de ribeirão ,água que mata a sede e dá a bênção , beijo na contramão , e o melhor de tudo - é o amor , dentro da gente, sendo...

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O tempo jamais brincou...


AQUELA DESNIVELADA CALÇADA , PEDAÇO TÃO MEU , TÃO SEU , VOCÊ E EU DESABALADOS , RASGANDO LENÇÓIS DE VENTOS.


MAS A GENTE SABIA QUE AQUILO ERA QUASE TUDO , E NÃO POUCO DA NOITE OU MEIO-DIA , E O PONTEIRO DO TEMPO NOS SORRIA, SE ERA APENAS MAIS UMA BRINCADEIRA , QUASE MAIS UMA DOCE UTOPIA.


E HOJE VEJO A RUA, A CALÇADA CINZA E VAZIA , A MANGUEIRA VERDE ENCURVADA NO TÃO MESMO E PONTUAL LUGAR , E VOCÊ NÃO MAIS ESTÁ LÁ- APENAS O VENTO ESPERANDO POR NÓS , ABALADO E SAUDOSO, DESABALADAS CRIANÇAS , NOSSAS MELHORES LEMBRANÇAS , E AS RUGAS FISSURAM A TESTA , TANTAS E OUTRAS ANDANÇAS, E VOCÊ NÃO ESTÁ MAIS AQUI , POIS O TEMPO JAMAIS BRINCOU DE EXISTIR.

http://www.lastfm.com.br/listen/artist/Bal%25C3%25A3o%2BM%25C3%25A1gico/similarartists#pane=webRadioPlayer&station=%252Flisten%252Fartist%252FBal%25C3%25A3o%252BM%25C3%25A1gico%252Fsimilarartists

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Pronome


Algo , alguém ou ninguém - um pronome pessoal impreciso , bem mais que indeciso , quase sempre igual a mim -Será que realmente de algum nome preciso?




Será que minha sorte é vagar na essência de um alguém , se nasci algo como um coração aberto, e decerto, sem dono , sem nome , ninguém -impessoal pronome .

sábado, 15 de agosto de 2009

A lua e a rosa


A rosa , sob a luz da lua , fica bem clara , um rosa-claro.




Claro que a lua clareia quem a olha no jardim , mas agora olha somente pra mim...




E me prateia sob o vento , voando bem naquela nuvem , iluminando a flor de um pensamento , rosa - claro na rosa , tudo agora é tão claro pra mim - somente é dela o meu mais verde jardim .

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

ULTRARROMÂNTICA




ULTRARROMÂNTICA - NENHUMA SEMÂNTICA , MAIS NENHUMA SEMANA , NADA MAIS SE EXPLICA , SE NASCI ASSIM NO ARDOR DA INQUIETUDE , NA MAGNITUDE DE QUEM É ROMÂNTICO ORA NO CLARÃO DO DIA , ORA NO LUAR DA NOITE.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Na cor




O cinza opaco deita-se na nuvem , o vermelho- sangue fere de morte o beijo , raio de sol laranja na fruta , arco-íris que desata nas sete cores .


O sorriso da menina é cor-de - rosa , rosa de sonhos , o destino é a tinta revolvendo-se na cor , se o azul saltou e dormiu na íris do meu amor .


A vida é mais uma caixinha de lápis , pintada à mão , azul dos teus olhos , acalanto de menina , o sangue e o beijo , tela multicor - a coisa mais bonita é sempre toda dor da cor.

sábado, 8 de agosto de 2009

Lado a Lado


Segure minha mão , olhemos para frente , se nossos pés atritam o mais branco chão.


Temos aquela nossa velha direção , é que a paixão segue a reta , caminhemos lado a lado na beira do mar , leves como a areia que olha para o sol.


Pegadas restam logo atrás , mas o olhar segue em frente , e por mais que a gente quase não sinta, tudo passa assim tão urgente , e os passos , de novo , vão logo embora no olhar de um segundo , no efêmero na tinta do quadro , na paixão que morre na curva ou se curva de amor .


E o tempo escorrega , tudo sempre se transforma , e por mais que a gente não sinta , quase perdemos o minuto da hora , se um segundo guarda a eternidade de um agora .
A paixão segue a sua reta , e caminhamos leves como a branca areia , lado a lado , olhando o pôr-do-sol desabar na beira de um mar .

http://www.lastfm.com.br/music/Leoni/_/S%C3%B3+Pro+Meu+Prazer

domingo, 2 de agosto de 2009

Eu tenho tempo...


Eu tenho o meu tempo descascado em camadas , privilegiado em escadas de etapas - eu sei que tenho este luxo, sou gente com ponteiros que rodam de sobra para o que devo olhar , no que devo ter saudades de sentir , para o que sempre hei de admirar.


Tanto tempo para de ti lembrar , e ainda restam , depois da rotina , folhas e perguntas de toda vã filosofia , cruzo as pernas em nome de toda folga e euforia , ouço aquela música e beijo minha filha na tarde fria.


Eu tenho tanto tempo descascado , minhas escadas , tenho as etapas , porque minha prioridade é ter tempo para o impensável - e eu sei que tenho este luxo.