quarta-feira, 13 de abril de 2011

História...


Sabe, era uma história contada sob a sombra da tarde, era verde, era chuva, meio deitada na rede...E era entre nuvens e o meu olhar, entre a hora de ir ou ficar, sei lá, não sei, mas é bom estar, e de novo, sentir- só mais uma vez, ditar um eu inteiro que existe em mim, e se ainda chove, e se ainda é verde, meio deitada na rede, ainda é a minha história...

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Desconhecendo...


Continuo me desconhecendo, e se eu me reconhecer, toquem os sinos dos campanários,corram pelas ruas e gritem : -É ela, a mesma que se vê no espelho de casa...