sábado, 8 de março de 2014

Devora-me

Gosto de ser devorada pela arte. O alheio, de repente, mostra o seu mundo e torna- se meu. É uma transferência de sensações em que a beleza é propositadamente mestra  e  cada mensagem subentendida vira impulso de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário