quinta-feira, 1 de março de 2012

Entulhos

Entulhos de mim no depósito do edifício ao lado...Difícil não vê-los: restos até de pele, pensamentos e de palavras não ditas...

Estranho, mas a cada dia tantos pedaços , e eu juntando as sobras, sempre formando qualquer coisa...Que coisa! A gente sempre se perde no meio do caminho, no fim do dia, na sensação de que algo nasceu ou morreu de novo, o que era meu ou seu...Mas ainda sou esta surpresa achada , e o edifício bem ao lado, lixão de mim, um expurgo, um tchau de restos, uma multidão de entulhos olhando de soslaio.

2 comentários:

  1. Caroline!

    Que textinho fofo! Adoro a palavra ''soslaio''. Eu a conheci por meio de uma amiga e fiquei encantada. Risos. Isso faz muito tempo, e que surpresa boa reencontrá-la em uma ocasião tão agradável: no teu blog.
    As palavras que você usa aqui são doces e fortes. E eu gosto disso.
    Que você continue escrevendo e nos presenteando com palavras bonitas e que fazem bem aos olhos e ao espírito.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. A Veroka gostou da palavra soslaio...kkkk E ainda me leu! Maravilhaaaa! Obrigada pelo seu carinho! Um grande prazer!

    ResponderExcluir